terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

"deixa que o sol te veja"

As vezes acontecem coisas na nossa vida que a gente não entende e talvez nunca vai entender, porque as pessoas que a gente gosta um dia tem que ir embora. É estranho, porque ao mesmo tempo que é a certeza que todos nós temos, é a verdade que nunca esperamos.
Nestes últimos dias, essa verdade bateu na minha porta, e por mais que eu não quisesse abrir, tem coisas que não podemos evitar. Afinal assim é o ciclo da nossa vida, biologicamente ou religiosamente pensando.
E no fundo, por mais que a saudade chegue a sufocar, cada pessoa que passa pela nossa vida, leva um pouco de nós e deixa um pouco de si. Felizmente, essas pessoas que se foram só deixaram coisas boas em mim, e espero que tenham levado coisas boas de mim também.
Nos últimos dias, enquanto protestos aconteciam no Egito, Big Brother na televisão, e o verão rachava minha janela, não senti vontade de me levantar da cama. Me agarrei nas minhas lembranças e me isolei do mundo ao meu redor por elas.
Ia até a praça e via pessoas sorrindo e minha vontade era pegá-las pelo pescoço e contar pra elas que não eram felizes, que eu havia sido feliz e esse sentimento pertencia apenas a mim e as minhas lembranças. Egoísmo.
Pela manhã o sol estava lindo como nos outros dias, mas foi diferente, resolvi abrir a janela e deixar o sol me ver, e sorri. Não sorri porque eu estava feliz, mas porque compreendi que devo voltar a ser feliz.
Estamos nesse mundo, não só por nós mesmos, mas por todos aqueles que caminham ao nosso lado, e se nós não tivermos forças, é por eles que devemos acordar e deixar o sol entrar todas as manhãs.
Quanto mais próximo estivermos, mais fortes seremos.
Meus sinceros desejos de dias brilhantes para cada um de nós.

Um abraço forte e especial para todos aqueles que de alguma forma estiveram comigo.

5 comentários:

Amanda disse...

Tão sincero... gostei! Você é a formiga-urso mais formiga-urso do mundo!

Thiaguinho Pereira disse...

Muito bom mesmo,seus textos são ótimos,de certa forma me indentifiquei principalmente com este, porque é semelhante ao que estou passando.

Jean disse...

AAH, QUE LINDO MEW!
É OBVIO QUE TUDO QUE VOC DEIXOU EM MIM FOI BOM! ^.^
Nossa convivência foi minima, mas pude ver a sinceridade nos teus olhos. Espero tambem ter deixado lembraças boas em você! s2

Anônimo disse...

Já que o abraço foi para quem, de alguma forma, esteve com você, me senti abraçada... Obrigada... Estive, a cada dia, um pouquinho em sua vida... Lendo cada coisa que você escreve aqui... E senti com... ou por... VOCÊ... Quando soube da tragédia, logo pensei no seu sentimento... ou... sofrimento... Porque sentimos até pelos filhos de quem amamos... Um dia você vai entender... Pra tudo na vida existe uma explicação... E, mesmo que demore, um dia compreendemos...

Anônimo disse...

Ahhh... E, pra completar... Não deixa que só o sol te veja... Assim como te vi, alguém que realmente te mereça, te enxergará...